Tire suas dúvidas

1) Como devo proceder para solicitar uma ligação nova?

Cumprindo as normas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), conforme Resolução 456/2000, Art. 3º, para a solicitação do serviço de Ligação Nova, o consumidor deverá comparecer ao Posto de Atendimento. A medida foi adotada para que o consumidor possa assinar o contrato de fornecimento de energia elétrica (Contrato de Adesão).

Para que o serviço seja solicitado é necessário que o consumidor siga os procedimentos abaixo:

1. Apresentar documento original do RG e CPF;

2. Apresentar comprovante de propriedade do imóvel;

3. Informar o endereço do local onde será realizada a ligação nova, bem como o ponto de referência. Se possível o número do poste que fica em frente da residência;

4. Informar qual o tipo de ligação desejada – Monofásica, Bifásica ou Trifásica;

5. Informar a carga instalada que irá utilizar – Eletro doméstico, eletrônico etc.

6. Informar a classe de renda do local – Residencial, Comercial, Industrial etc.

7. O serviço só poderá ser solicitado pelo titular da conta de energia;

8. Por terceiros, somente com Procuração passada pelo titular da conta de energia (autenticada em cartório);

9. O solicitante não poderá possuir débitos em outra unidade consumidora;

10. O padrão para a instalação do Medidor deverá estar pronto.

2) Como devo proceder para solicitar a execução de um serviço que não foi concluído?

O retorno do serviço que não foi concluído pode ser feito em um dos nossos Postos de Atendimento; pela Central de Atendimento Telefônico: 0800 701 3001 e pela internet. O cliente deve ter em mãos o número da Ordem de Serviço, fornecido no momento do atendimento, ou a conta de energia.

3) Como devo proceder para mudança de titularidade?

1 – Compra e Venda ou Permuta (Troca): RG e CPF, recibo de compra e venda ou escritura do imóvel, IPTU, documento de Permuta (troca) devidamente reconhecido em cartório. Caso não seja o proprietário, apresentar procuração e xérox do RG e CPF do mesmo.

2 – Áreas não Regularizadas: RG e CPF, documento definitivo da SETHAB, certidão emitida pela prefeitura: Termo de Ocupação da URBAM. Caso não seja o proprietário, apresentar procuração e xérox do RG e CPF do mesmo.

3- Para locação: RG e CPF, recibo de compra e venda, IPTU ou Escritura do imóvel, caso a fatura não esteja em nome do locador, contrato de locação reconhecido em cartório com o período vigente. (Autorização no contrato para o inquilino fazer a transferência de nome).

4- Pessoa Jurídica: Recibo de compra e venda, escritura do imóvel ou registro do imóvel
ou IPTU, Contrato Social, Contrato de firma individual, Estatuto ou Ata (para casos de instituições religiosas), CNPJ via internet, Inscrição Estadual ou Municipal. Caso não seja seja sócio ou membro da instituição, apresentar procuração e xérox do RG e CPF do mesmo.

5- Falecimento: Para cônjuges: RG e CPF, Certidão de casamento, Atestado de Óbito, Recibo de compra e venda ou Escritura do imóvel, IPTU.

Obs 1: Verificar se existe por parte do atual proprietário, sentença de ação judicial, inclusive auto de emissão de posse (Ação de despejo). Caso haja, solicitar xérox autenticadas em cartório.

Obs 2: TODA DOCUMENTAÇÃO ORIGINAL DEVERÁ ESTAR RECONHECIDA EM CARTÓRIO.

Obs 3: TODOS OS DÉBITOS PAGOS EM NOME DO ANTIGO PROPRIETÁRIO.

4) Como devo proceder para solicitar uma mudança do tipo de ligação de monofásica para bifásica ou trifásica, ou de bifásica para trifásica?

O serviço de mudança do tipo de ligação pode ser solicitado em um dos nossos Postos de Atendimento, pela internet e pela Central de Atendimento Telefônico – 0800 701 3001.

Pela Central de Atendimento: Somente o titular da conta de energia pode solicitar o serviço, informando o número do RG, CPF, Data de Nascimento, Nome da Mãe e Telefone para Contato. Salientamos ainda que não poderá haver débitos perante a Amazonas Energia no nome do titular da fatura no ato da solicitação.

Pelos Postos de Atendimento: O titular da conta de energia deve apresentar RG, CPF. Não pode haver débitos perante a Amazonas Energia.

Pela Internet: Acessar Atendimento (na página principal), Serviços solicitados pelo 0800 e via on line, Solicitações de Serviços. Preencha corretamente o formulário e selecione o serviço desejado. A solicitação só será aceita mediante o preenchimento correto do formulário.
Observação: Outra pessoa só poderá solicitar o serviço, mediante a apresentação de uma Procuração passada pelo titular da fatura, juntamente com os documentos do procurador.

5) Como posso saber se uma unidade consumidora possui débitos?

Os débitos podem ser informados tanto pelos Postos de Atendimento, Internet e Central de Atendimento Telefônico: 0800 701 3001. Os débitos só poderão ser informados para o titular da conta de energia, mediante a informação do RG, CPF, Data de Nascimento e Nome da Mãe. O procedimento é adotado pela concessionária para garantir comodidade e segurança no atendimento prestado a seus clientes.

6) Onde posso reclamar sobre os serviços de leitura e entrega de contas?

Em um dos nossos Postos de Atendimento, pela Internet e pela Central de Atendimento Telefônico: 0800 701 3001, preferencialmente de posse de uma conta de energia elétrica. A reclamação só poderá ser feita pelo titular da conta de energia elétrica, informando os seus dados cadastrais.

7) Como posso obter a segunda via de uma conta de energia elétrica?

Pela Internet, em um dos nossos Postos de Atendimento e pela Central de Atendimento Telefônico: 0800 701 3001. A solicitação pode ser feita pelo titular da conta de energia ou por terceiros. Para isso o solicitante deverá informar o número do RG e CPF.

8 ) Após o vencimento, posso utilizar a fatura de energia elétrica em meu poder para efetuar o pagamento? Em que local?

A fatura de energia elétrica original, mesmo após o vencimento, poderá ser paga em qualquer Agente Arrecadador credenciado pela Amazonas Energia. – Bancos, Casas Lotéricas, Agências do Correio e Drogarias.

9) Qual o valor da multa para pagamento após o vencimento e quando ela é cobrada?

Cumprindo as normas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), conforme Resolução 456/2000, Art. 89º, a multa cobrada será de 2% (dois por cento) sobre o valor total da fatura e será lançada na próxima fatura após o respectivo pagamento.

10) Por que o consumo de energia elétrica pode sofrer variações de um mês para outro?

Apresentamos abaixo algumas variáveis que provocam oscilações no consumo mensal, tanto a maior quanto a menor e poderão atuar isoladamente (sem separação) ou em conjunto:

  • Compra ou venda de eletrodomésticos.
  • Maior ou menor intensidade no uso da energia elétrica.
  • Número de pessoas que habitam o imóvel.
  • Condições climáticas (o consumo aumenta no verão)
  • Consumos atípicos provocados por reformas, festividades e etc.
  • Hábitos e costumes dos clientes.
  • Adoção de medidas de conservação de energia elétrica.
  • Período de leituras e número de dias do mês
  • Erros de leituras por ocasião da realização da leitura mensal.
  • Faturamentos por médias nos meses anteriores provocados por impedimentos ocasionais para leitura dos medidores.
  • Erros de leituras por ocasião da realização da leitura mensal.
  • Defeito ou avaria do medidor.
  • Condições técnicas das instalações elétricas.

11) É possível conferir o consumo que está sendo cobrado com o valor registrado no medidor?

Clique aqui e conheça sua Conta de Energia

12) Com quantos dias de atraso o fornecimento de energia é interrompido?

Cumprindo as normas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), conforme Resolução 456/2000, Art. 91º, após o vencimento, a qualquer momento a concessionária de energia elétrica pode enviar para o cliente um aviso de corte que não sendo atendido no prazo máximo de 15 dias pode motivar a suspensão do fornecimento.