Ganhe energia, poupe dinheiro!

Já percebeu que a energia elétrica é um dos bens que quanto mais sabemos usar, menos nos custa? E com essas dicas aqui você vai poder continuar a usufruir das vantagens da eletricidade e ainda ter um incremento no final do mês!

 

Instalações

Fios mal dimensionados nas instalações elétricas geram superaquecimento, e desperdiçam energia, além de provocar acidentes. Quando fizer suas instalações, chame um eletricista competente, que lhe oriente a usar fios capazes de suportar a corrente consumida por lâmpadas e eletrodomésticos. Se você nota que a iluminação diminui, ou que alguns equipamentos não funcionam adequadamente quando há vários aparelhos ligados, é provável que sua instalação elétrica esteja mal dimensionada e você tenha problemas.

 

Lâmpadas

Faça a iluminação da sua residência ou estabelecimento com racionalidade. Ligue enquanto usar e desligue quando não precisar mais e se informe com profissionais capacitados sobre as lâmpadas com as potências adequadas para cada cômodo. Evite pintar seus imóveis com cores escuras, que exijam lâmpadas mais fortes e, com isso, maior gasto de energia.

 

Eletrodomésticos

Existem eletrodomésticos que, quando não são utilizados com bom senso, são verdadeiros vilões em relação ao consumo da energia elétrica. É o caso do refrigerador, do chuveiro elétrico, da máquina de lavar, o aquecedor central de água, o ferro de passar, os carregadores de celulares, tablets e notebooks e os condicionadores de ar. É sempre recomendável, para além de suas especificidades, evitar o uso destes aparelhos no intervalo de pico do sistema elétrico, que, no Piauí,  fica no horário entre as 17h30 e 20h30.

 

Refrigerador

Abrir e fechar o refrigerador várias vezes prejudica o resfriamento dos alimentos, o que exige mais energia gasta para conservá-los. Por isso, faça uso do refrigerador apenas quando for necessário e antes de abri-lo, planeje-se para retirar tudo o que vai precisar de uma só vez. Quando for guardar os alimentos, certifique-se de que eles estejam em temperatura ambiente. Se estiverem quentes, deixe-os esfriar ao natural e só então guarde-os no refrigerador. Também tenha o cuidado de manter o aparelho numa parte da cozinha livre dos raios solares e não deixe de verificar sempre que possível o funcionamento das borrachas de vedação. Para a limpeza e conservação do seu equipamento, vale a pena consultar o manual de instruções.

 

Chuveiro elétrico

Faça dupla economia de água e energia. Nos dias de calor, mantenha o aparelho na posição Verão e procure fazer banhos menos demorados.

 

Máquina de lavar

Cada máquina de lavar tem uma capacidade máxima em quilos de roupas. Obedeça a essa capacidade, nem menos nem mais, fazendo uso do aparelho apenas durante o tempo necessário e usando a quantidade correta de detergente. Limpe o filtro da máquina regularmente, pois fios ou penugens ficam presos nele a cada lavagem, o que diminui a eficiência da máquina.

 

Aquecedor central de água

Embora traga um grande conforto, se mal usado é um dos aparelhos que mais consomem energia, encarecendo sobremaneira a conta de energia. Providencie a regulagem do termostato para obter a temperatura desejada. Aumentar a temperatura demasiadamente ocasiona desperdício de energia. A torneira não deve gotejar. Se uma torneira goteja 90 gotas por minuto, se gasta mais de mil litros de água e dezenas de quilowatts-horas por mês. (O quilowatt-hora é uma medida que indica o consumo elétrico). Prefira usar o chuveiro em vez da banheira: você gasta menos água e menos eletricidade. Precisando ausentar-se por vários dias, desligue a chave do aquecedor. Ao instalar um aquecedor, adquira o de tamanho adequado, e não superdimensionado. Aplique isolamento térmico em todas as canalizações que conduzem água quente.

 

Ferro elétrico

Aqui vale a mesma regra do refrigerador: junte o maior número de roupas para passar e utilize o ferro em todas de uma só vez. Ao terminar de passar as roupas, desligue o ferro de imediato. Além de gastar energia, isso pode render ainda acidentes.

Carregadores

A mesma lógica do ferro de passar se aplica aos carregadores de celulares, notebooks, tablets, etc. Utilize até se certificar que a bateria foi recarregada. Depois, retire de imediato da tomada.

Condicionador de ar

No Piauí, em especial em Teresina, por conta do seu clima, o condicionador de ar é um eletrodoméstico quase indispensável. Mas pouca gente sabe que é preciso  limpar periodicamente e trocar o filtro. O pó, as sujeiras e todas as impurezas do ar ficam retidas no filtro. Se ele estiver sobrecarregado, a circulação livre do ar condicionado estará prejudicada, o equipamento trabalhará demais e seu funcionamento custará muito caro.

Evite que o condicionador de ar esteja exposto ao sol. Se o telhado não o cobre, utilize a sombra de árvores. Mas não permita que a folhagem esteja tão perto ao ponto de impedir a livre circulação do ar. Desligue o condicionador de ar sempre que você sair de casa.

 

Standby

Diversos equipamentos elétricos apresentam a função standby e muita gente acredita que não há consumo de energia nesta função, já que o aparelho não está em funcionamento, mas em “repouso”. Mas isso é um engano: há consumo sim. Por isso, se não for utilizar os eletrodomésticos por um longo tempo, desligue-os retirando da tomada.

 

Consumo

É fácil calcular a energia consumida por um aparelho elétrico ou lâmpada durante o tempo em que ficam ligados, tendo as seguintes informações:

 

  1. A potência de cada aparelho ou lâmpada (que é medida em watts): normalmente ela é indicada em plaquetinha que o fabricante aplica no aparelho, ou consta no manual de instruções;
  2. Tempo em que o aparelho fica ligado durante o mês. Aplicando a seguinte fórmula, você calcula o consumo desse aparelho em quilowatts-horas:

consumo em kWh = (potência x horas de uso) / 1000

 

 

 


Eletrobras Distribuição Amazonas