Eletrobras flagra portos flutuantes e residência com ligação clandestina
6 de junho de 2018 Destaques,Notícias rodrigo.felix

A Eletrobras Distribuição Amazonas realizou, na última terça-feira (05), uma ação de fiscalização visando combater e coibir a prática de furto de energia. Os estabelecimentos flagrados foram um estaleiro, dois portos flutuantes e um imóvel residencial, todos ligados em média tensão, localizados no Ramal do Bancrévea, Tarumã Açu, Zona Oeste de Manaus.

A operação contou com o apoio da Delegacia Especializada no Combate ao Furto de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS) e perícia do Instituto de Criminalística (IC).

unidade consumidora sem medição

Os quatro empreendimentos estavam sem medição, ligados diretamente a rede elétrica da Distribuidora, sendo duas unidades na situação de cortadas porém auto religados, ou seja, tiveram anteriormente o fornecimento de energia suspenso por inadimplência e duas sem cadastro e ligadas clandestinamente.

Todas as unidades foram desligadas de imediato e adotados os procedimentos de recuperação de energia. Dos quatro estabelecimentos, apenas em um, o proprietário não foi encontrado. Os responsáveis foram notificados pela autoridade policial para que os mesmos prestem esclarecimento pelo ato ilícito. Os prejuízos causados à Distribuidora e à sociedade foram de R$ 71.868,64.

A Eletrobras destaca que o combate às perdas de energia só é possível com o envolvimento de toda a sociedade. O furto de energia e a fraude de medidores são tipificados como crime conforme o código penal brasileiro, artigos 155 e 171.

Tags
Eletrobras Distribuição Amazonas