ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO AMAZONAS PARTICIPA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA NA ALEAM
27 de fevereiro de 2019 Destaques,Notícias Sylvana Esteves Brandao

A diretoria da Eletrobras Distribuição Amazonas participou, nesta segunda-feira (25), de uma Audiência Pública realizada pela Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) para debater os desafios da distribuição de energia elétrica no Amazonas. O evento foi realizado na Aleam, localizada na Avenida Mário Ypiranga, Parque Dez, Zona Centro-Sul de Manaus.

 

 

O diretor-presidente da Eletrobras Distribuição Amazonas, Tarcísio Estefano Rosa, explicou que a Distribuidora é a única empresa responsável em distribuir energia a todo o estado do Amazonas possuindo hoje um pouco mais de um milhão de clientes e cerca duas mil reclamações, representando aproximadamente 0,2% de clientes insatisfeitos. O executivo ressaltou que somente em Manaus há pouco mais de 2 milhões de habitantes e todos são clientes da Eletrobras Distribuição Amazonas, independente se pagam ou não pelo consumo de energia elétrica.

 

A Eletrobras Amazonas vem trabalhando no vermelho há muitos anos e a continuidade dos serviços só foi possível devido aos subsídios oriundos de empréstimos da Reserva Global de Reversão (RGR) autorizado pelo Governo Federal, porém, a agência reguladora não considerou a totalidade dos subsídios necessários à prestação do serviço público de distribuição de energia elétrica, o que culminou com a necessidade de desestatização da Distribuidora.

 

 

Segundo Tarcísio, a Distribuidora tem atuado fortemente no combate às perdas de energia por parte dos grandes consumidores como hotéis, indústrias de grande e pequeno porte, comércios e supermercados. A concessionária tem como maior objetivo a distribuição e comercialização de energia elétrica no Estado do Amazonas e, por ofício é seu dever proteger o erário público, estando autorizada a suspender o fornecimento de energia em caso de inadimplemento. Porém, por diversas vezes, por força de liminar judicial, vê-se obrigada a religar clientes inadimplentes que possuem débitos de 3 milhões, 6 milhões de reais, sob pena de pagamento de multa ou até mesmo a prisão dos dirigentes da Distribuidora: “significa que você sai de casa e deixa o ladrão entrar, caso contrário, você será preso”, exemplificou Tarcísio Rosa.

 

O problema das invasões de áreas no Amazonas foi outro tema abordado pelo diretor-presidente. Na capital, há cerca de 69 invasões mapeadas, com cerca de 25 mil residências, e outras 50 invasões no interior do estado. A qualidade da energia fornecida aos clientes que pagam energia regularmente fica significativamente prejudicada por aqueles que furtam energia direto da rede. De acordo com Tarcísio, a Distribuidora não está autorizada a regularizar fornecimento de energia elétrica em áreas de invasão, onde os moradores não possuem título de propriedade fornecido pelo poder público e não há a infraestrutura necessária à implantação da rede elétrica.

 

Para encerrar, o executivo afirmou que a falta de energia que afetou os municípios de Iranduba e Manacapuru foi ocasionada por vandalismo e furto de parte do cabo subaquático que alimenta aqueles municípios.

 

Réplica do cabo subaquático.

 

Ao final da audiência, o diretor-presidente Tarcísio Estefano Rosa assinou o termo de compromisso com a Comissão de Defesa do Consumidor da Aleam comprometendo-se a solucionar as questões apresentados durante a audiência. “Não só me comprometo a atender os consumidores como também deixarei uma equipe da Amazonas Energia à disposição da Comissão de Defesa do Consumidor da Aleam para verificar pendências como a cobrança indevida de fatura entre outros pontos”, destacou Tarcísio. A Eletrobras Distribuição Amazonas tem 120 dias para apresentar um Plano de Ação com medidas e providências a serem implementadas pela Distribuidora para a melhoria do fornecimento de energia.

 

 

Além do diretor-presidente Tarcísio Estefano Rosa, do diretor Comercial Paulo Eduardo Gama Maciel, do diretor de Regulação e Projetos Especiais e diretor de Gestão, interino Cláudio Rubens Pinho Nilo, do diretor de Operação, Planejamento e Expansão Marcelo Fadoul de Souza, estiveram presentes membros da Aleam e demais representantes dos órgãos de defesa do consumidor.

 

Eletrobras Distribuição Amazonas